Avaliações diversificadas valorizam a expressão individual da construção de saberes dos estudantes

Em um cenário de aulas não presenciais, como forma de garantir a continuidade dos processos de ensino e de aprendizagem, o INSP Max adotou novas maneiras de mensurar a construção de conhecimentos os alunos. As avaliações diversificadas, além dos testes e provas aplicados no formato digital, ajudam a mapear os progressos e dificuldades de maneira individual, pontuando as ações necessárias ao avanço acadêmico de cada estudante. 

“Dessa forma, buscamos valorizar formas diversas de avaliar a aprendizagem significativa dos estudantes, propondo que eles executem atividades que demonstrem a aquisição das habilidades trabalhadas nas aulas”, explica a coordenadora Márcia Nogueira.

A criatividade foi quesito essencial para a realização das propostas. Os trabalhos foram desde a elaboração de mapas mentais, à caça ao tesouro para trabalhar o conteúdo de coordenadas geográficas, passando pela representação de frações impróprias fotografando objetos cotidianos, montagem e apresentação de móbiles de sólidos geométricos, criação de modelos celulares com alimentos até a interpretação imagética para interpretar o texto do Raul Seixas, ‘O dia em que a Terra parou’.

A avaliação escolar só faz sentido se tiver o intuito de buscar caminhos para a melhorar a aprendizagem. O professor não é apenas aquele que passa as informações, mas um parceiro do estudantes que os prepara para elaborarem seu aprendizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?