Habemus Papam!

Temos um Papa, em latim habemus papam!

A Igreja Católica está em festa e o Instituto Nossa Senhora da Piedade, enquanto centro de educação confessional católico, acolhe com alegria o novo Pontífice, Papa Francisco.

Em julho, a Jornada Mundial da Juventude contará com a presença de Sua Santidade no Rio de Janeiro. Estudantes de várias escolas preparam as boas vindas ao cardeal argentino Jorge Maria Bergoglio, agora, Papa Francisco. Jovens do mundo todo aguardam com alegria o grande evento que simboliza um momento de fé, união e esperança com a juventude.

O primeiro papa latino-americano, o primeiro papa Francisco

Tudo indica que o novo Papa, apesar de não ser da ordem dos franciscanos, ele é jesuíta, escolheu seu nome em função de sua simplicidade, característica marcante também de São Francisco. Com estilo humilde e discreto, logo em sua primeira fala aos católicos que aguardavam com frio e chuva na Praça São Pedro, Papa Francisco disse “Vocês sabem que o dever do Conclave era dar um Bispo a Roma. Parece que os meus irmãos cardeais foram buscá-lo quase ao fim do mundo? Eis-me aqui!”, sorriu junto com a multidão que acolheu com aplausos e simpatia o novo pontífice (leia o discurso na íntegra no final desta matéria).

 

Papa Francisco

O Vaticano informou que o novo Papa deverá ser chamado apenas de Papa Francisco, sem o número romano. “Ele se tornará Francisco I após termos um Francisco II”, esclareceu a Comunicação do Vaticano.

 

Trajetória (Fonte: G1)

 

Arcebispo de Buenos Aires e primado da Argentina, Jorge Mario Bergoglio é um homem tímido e de poucas palavras, que goza de grande prestígio entre seus seguidores, que apreciam sua total disponibilidade e seu estilo de vida sem ostentação. Ele é admirado por seus dotes intelectuais e, dentro do Episcopado argentino, é considerado um moderado.

Nascido em 17 de dezembro de 1936 (76 anos), em Buenos Aires, na Argentina, Bergoglio formou-se técnico em química, mas escolheu posteriormente o sacerdócio, entrando para o seminário em Villa Devoto. Em março de 1958, ingressou no noviciado da Companhia de Jesus (jesuítas). Em 1963, ele estudou humanidades no Chile, retornando posteriormente a Buenos Aires.

Entre 1964 de 1965, Bergoglio foi professor de literatura e psicologia no Colégio Imaculada Conceição de Santa Fé e, em 1966, ensinou as mesmas matérias em um colégio de Buenos Aires. De 1967 a 1970, estudou teologia. Em 13 de dezembro de 1969, foi ordenado sacerdote. Bergoglio foi reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel, entre 1980 e 1986. Após completar sua tese de doutorado na Alemanha, serviu como confessor e diretor espiritual na cidade de Córdoba. Em 1992, Bergoglio foi nomeado bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires.

Em 1997, ele foi nomeado arcebispo titular de Buenos Aires. Também atuou como presidente da Conferência Episcopal da Argentina de 2005 até 2011. Foi criado cardeal pelo então Papa João Paulo II, em 2001.

 

Primeiro discurso do Papa Francisco, na íntegra

 

“Irmãos e irmãs, boa noite!

Vocês sabem que o dever do Conclave era dar um Bispo a Roma. Parece que os meus irmãos cardeais foram buscá-lo quase ao fim do mundo? Eis-me aqui! Agradeço-vos o acolhimento: a comunidade diocesana de Roma tem o seu Bispo. Obrigado!

E, antes de mais nada, quero fazer uma oração pelo nosso Bispo emérito Bento XVI. Rezemos todos juntos por ele, para que o Senhor o abençoe e Nossa Senhora o guarde. (O papa recitou junto dos fiéis presentes na Praça São Pedro o Pai-Nosso, a Ave Maria e o Glória ao Pai)

E agora iniciamos este caminho, Bispo e povo… este caminho da Igreja de Roma, que é aquela que preside a todas as igrejas na caridade. Um caminho de fraternidade, de amor, de confiança entre nós. Rezemos sempre uns pelos outros. Rezemos por todo o mundo, para que haja uma grande fraternidade. Espero que este caminho de Igreja, que hoje começamos e no qual me ajudará o meu Cardeal Vigário, aqui presente, seja frutuoso para a evangelização desta cidade tão bela!

E agora quero dar a bênção, mas antes… antes, peço-vos um favor: antes de o Bispo abençoar o povo, peço-vos que rezeis ao Senhor para que me abençoe a mim; é a oração do povo, pedindo a Bênção para o seu Bispo. Façamos em silêncio esta oração vossa por mim. Agora dar-vos-ei a Bênção, a vós e a todo o mundo, a todos os homens e mulheres de boa vontade. (bênção)

Irmãos e irmãs, tenho de vos deixar. Muito obrigado pelo acolhimento! Rezai por mim e até breve! Ver-nos-emos em breve: amanhã quero ir rezar aos pés de Nossa Senhora, para que guarde Roma inteira. Boa noite e bom descanso!”

Um comentário sobre “Habemus Papam!

  1. Valéria Picorelli Walter

    Seja bem vindo ao Rio de Janeiro!
    Abençoe os nossos jovens e suas famílias que tanto necessitam de momento de fé e oração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?