O Projeto Linguagens – mais uma etapa da Feira de Ciências

A Feira de Ciências 2019 está sendo preparada em etapas divididas por áreas de conhecimento. Neste trimestre, o campo Linguagens trabalhou, com os alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, questões humanas e cotidianas.
O INSP Max abordou o tema Diferenças nas disciplinas de Português e Redação. Contrastes físicos e pessoais, como alturas e preferências esportivas, por exemplo, introduziram o assunto, que se aprofundou a partir de uma imersão na obra Extraordinário. Após lerem o livro e assistirem ao filme, os estudantes participaram de debates em sala de aula. A história de um menino com uma deformidade facial que precisa enfrentar o estranhamento e o preconceito de crianças e adultos é uma ode à empatia, à tolerância e à gentileza.
Tornando a aprendizagem ainda mais significativa, o projeto contemplou, também, aulas de campo, com visitações a abrigos, orfanatos, ONGs, entre outros universos que contrastam com a realidade dos estudantes e evidenciam as discrepâncias. Essa rica experiência contou com a imprescindível parceria das famílias.
Para finalizar, a música “Você vai gostar de mim”, de Xuxa, inspirou a gravação de vídeos. “Com esse projeto assumimos o desafio de educar articulado valores e conhecimento sistematizado. Dessa forma, proporcionamos aos alunos do Ensino Fundamental II momentos e atividades de reflexão e elaboração de conceitos e opiniões sobre a valorização da vida, os direitos humanos, a participação de cada um de nós na construção de um mundo mais digno e harmonioso, com justiça, solidariedade, liberdade e prosperidade”, explica a professora de Língua Portuguesa, Valéria Barbosa.
Já o INSP Vest recebeu o 9º ano para apresentações com as temáticas “O corpo fala” e “A Natureza grita”. Primeiro, os alunos apresentaram vídeos bem humorados sobre aspectos da linguagem em situações cotidianas em Espanhol ou Inglês. Cada turma usou a sua sala para fazer experimentos e mostrar danças performáticas. Os estudantes falaram sobre os cinco sentidos usados para sentir o ambiente e mostraram, por meio de danças, questões ambientais como a poluição, para conscientizar os colegas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?