Professor e ex-aluno INSP, Gabriel Chagas vence prêmio de melhor dissertação do Brasil

Uma vitória do conhecimento, da universidade pública e da pauta racial define, brevemente, a conquista do professor de Redação e ex-aluno do INSP Jacarepaguá, Gabriel Chagas. Com apenas 23 anos, ele foi o vencedor do Prêmio Antônio Candido de dissertações e teses, concedido pela ANPOLL, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística, biênio 2018/2019.

Sob o título “Pérolas negras na periferia”, o trabalho de Literatura Comparada abordou as obras de Lima Barreto e do autor norte-americano Langston Hughes, sob uma perspectiva multidisciplinar,  envolvendo saberes de Literatura, Filosofia e História. “Essa vitória é carregada de simbolismos. Representa a temática afrodiaspórica, cada vez mais relevante, e a UFRJ, que retrata o saber científico, um ato de resistência em meio ao projeto de desmonte das universidades. Foi como um presente, já que o prêmio, normalmente conquistado pelas universidades de São Paulo, chegou 10 dias após o centenário da UFRJ”, comemora Gabriel. O trabalho será publicado em livro e deve ser lançado em 2021.

Além de encher o INSP de orgulho, o professor é uma inspiração para seus alunos, um exemplo do poder transformador da juventude em prol de um mundo mais justo e humanitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?