Projeto Espelho invisível: desenvolvimento acadêmico e aprimoramento humano

Interação, racismo, desigualdade social e empatia são apenas alguns dos conceitos que o projeto “Espelho invisível” trabalhará com os estudantes do 9º ano durante seis semanas. A partir da leitura, análise e a reflexão da obra “Quarto de despejo”, de Carolina Maria de Jesus, a proposta impulsionará uma rica construção de saberes interdisciplinares, envolvendo aspectos literários, artísticos, sociais e humanitários.

“A partir da obra de Carolina, os estudantes são convidados a refletir sobre o traço da desigualdade social no Brasil e perceber a riqueza humana que, muitas vezes, passa despercebida nos ‘invisíveis’, aquelas pessoas que fazem parte do nosso cotidiano e que nem percebemos a presença”, explica o professor Felipe Diogo, idealizador do projeto.

Professor Felipe capturou as imagens com os estudantes que estão no ensino presencial enquanto os estudantes na modalidade remota fizeram suas imagens. Na próxima etapa, na aula de Artes, ambas serão unidas em painéis.

Para tanto, eles devem voltar sua atenção a porteiros, vigias, cantineiros, inspetores, faxineiros e outros profissionais que habitam seus cotidianos, adentrar um pouco em seus universos, estendendo-lhes um olhar humanizado e empático e vivenciando uma interação inédita para, em seguida, traduzir essa experiência em textos.

As conexões humanas também estarão presentes em manifestações artísticas construídas a partir de fotografias que pretendem integrar, em poses interativas, os grupos que estão em casa e no colégio, já que as aulas estão acontecendo no sistema híbrido de ensino. Elas se transformarão em painéis pela técnica urbana do “lambe-lambe” seguindo as aulas da Professora de Arte, Carolina Antonio.

“O projeto, em si, é uma forma de ampliar o olhar humano para nossa sociedade tão desigual, por meio da pesquisa, literatura, produção de conteúdo e arte, atendendo à proposta de educação integral do INSP que contempla a formação humana, acadêmica e espiritual dos estudantes”, finaliza Felipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?