Trabalhando os sentidos

Os primeiros anos da criança são fundamentais no desenvolvimento, pois é durante essa fase que começam a perceber o mundo ao seu redor e a querer interagir com ele, principalmente através dos sentidos.
O Maternal I e o Berçário II trabalham essas atividades sensoriais de maneira dinâmica todos os dias, mas na última semana elas aconteceram em forma de brincadeiras e em espaços variados da  escola. O tapete sensorial permitiu aos alunos da professora Priscila Lemos, do Maternal 13, sentirem, com os pés, as diferentes texturas dos objetos. Mesmo com a desconfiança no início, logo todos quiseram repetir o caminho e escolheram a sua preferida. Para terminar o trajeto, os pequenos deram um delicioso mergulho na piscina de bolinhas!

Além do tapete, o Berçário utilizou um mural das sensações, e, com as mãos e os pés, as crianças foram estimuladas a explorar e instigar sentidos como a visão e o tato, e também trabalhar a comunicação e percepção. Seguindo esse tema, as professoras Jaqueline Oliveira e Katelleen dos Santos, levaram os pequenos estudantes para a cozinha experimental, onde puderam usar outros sentidos, como o paladar e o olfato, através do preparo de gelatina. Quando o doce ficou pronto, as crianças degustaram e sentiram a textura da guloseima.
Já os estudantes do Maternal 12 tiveram que vendar os olhos para descobrir qual era o item que estava dentro da Caixa das Sensações. Através do tato, todos acertaram o artigo que era colocado em suas mãos. “A atividade tem como objetivo trabalhar a concentração e o raciocínio rápido dos alunos”, explica a professora Alessandra Santana.
Pegando como gancho a semana do dia do Índio, a educadora Gisele Lopes escolheu trabalhar com argila para montar, junto com as crianças do Maternal 11, colares que elas mesmas modelaram e decoraram com penas. Para exercitar o tema, também receberam cocares e fizeram uma roda ao som dos gritos indígenas,despertando também o interesse deles pelos costumes do povo mais antigo do Brasil. “Além de desenvolver a coordenação motora fina, essas atividades exercitam a calma e a concentração, tornando o nosso aprendizado mais prazeroso e produtivo”,  finalizou Gisele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.